Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

25.02.24

Mariana Mortágua e André Ventura: são mais as semelhanças que as diferenças


O ultimo fecha a porta

Nas últimas semanas, houve uma personalidade que me chamou atenção pela negativa: Mariana Mortágua.   Comecemos pelo Chega e por André Ventura. O estilo trauliteiro não mudou: as fake news, as manipulações de factos com layouts de jornais reputados, as ameaças de violência, os tiros inventados e o apoio perigoso a forças de segurança, dando-lhes a luz ao fundo do túnel nem que seja a luz do abismo.  De Mariana Mortágua, já me tinha chocado o discurso anti literacia (...)
23.02.24

Isto é respeitar a democracia.


JB

Hoje venho apenas agradecer ao RAP e à sua equipa. Apesar destes tempos negros que nada de bom auguram, apesar da falta de entusiasmo, apesar da nuvem negra que paira sobre a justiça e de tudo o que isso acarreta, há uma luz ao fundo do túnel.  Felizmente temos o Isto é gozar com quem trabalha diariamente. E que falta que isso nos faz. Informação, entretenimento, humor inteligência e política. Quanto a mim um contraste gigante se compararmos com esta maratona de debates a que (...)
20.02.24

Uma outra pandemia: a Polarização


Bruno

Imagem: Bruno Nunes dos Santos - Cemitério Canadiano de Beny-sur-Mer (Normandia)   Nota prévia:a imagem é a última morada de um dos 19 soldados (no total são 2048) anónimos da 3ª Divisão Canadiana que a 06 de Junno de 1944 se dirigiu para Caen. Os anónimos podem fazer toda a diferença quer durante um conflito, quer para evitar o mesmo (o desejável). Muitos dizem que em guerra, ou até noutros conflitos, nem sempre são os mais corajosos que voltam e começam a construir novas (...)
19.02.24

Portugal não é um país violento...


Ana Mestre

é o  que dizem  os entendidos na matéria... Mas, a avaliar pelas notícias diárias... No meu tempo... quando havia uma briga, davam-se umas bofetadas, uns puxões de cabelo, um rol de asneiras e o assunto resolvia-se, agora puxam de uma faca, uma arma e mata-se sem dó nem piedade...  Mas, Portugal é um país sem violência, claro que sim...   Ana Mestre