Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

27.03.21

Caldeirada Com Todos... “Jorge Almedina Loção”


sardinhaSemlata

 

 

 

 

9D797CB1-FEFB-4098-AFA6-0705B55D68AE.jpeg

 

 

"Há muitos anos que deixei de escrever entorpecido por um tempo de amarras infiltradas na minha sedenta vontade de sofrença."

Não são palavras minhas mas sim de um velho amigo que parava no café central de Garvão, Baixo Alentejo, em certo tempo de outros momentos.

Quando o Filipe me pediu para escrever, apesar de não nos conhecermos somos ambos filhos de um Baixo Alentejo que nos marca, recordei as palavras acachapadas deste velho sábio entre copos de vinho nas mesas daquele café.

O rosto marcado, a voz meio queimada dos cigarros sem filtro, as barbas brancas e os dedos amarelados.

Tio Tóino do Besugo.

Tóino de António, Besugo permanece sem explicação.

Profecias, rimas, sabedorias, tristezas tudo tinha lugar na expressão daquele homem, nas cruzadas palavras que tomavam conta dele.

sofrença, uma mistura de sofrimento e lembrança, na linguagem sofrida de um solitário  viajante.

Deixei de ir para Garvão depois da morte de meus avós mas esta imagem, este homem sempre me acompanhou, esta recordação sempre me perseguiu.

Esta frase, início do texto,  encontra-se num livro antigo da casa do povo daquela localidade, guardado por meus avós e que já homem por acaso encontrei.

Ali vi aquele nome recordando imediatamente aquela figura.

Porquê?

Não sei.

Mas ficou.

Agradecer a todos os SardinhaSemlata pela oportunidade.

Obrigado amigo Filipe Vaz Correia.

 

 

Jorge Almedina Loção

 

 

 

 

 

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.