Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

03.11.23

  Hoje venho despedir-me de um amigo. Matthew Perry


JB

 

IMG_0514.jpeg

 

Hoje venho despedir-me de um amigo, de alguém que era hilariante e inteligente. Do Matthew, que no fundo também era Chandler. Eu queria muito ser como ele, encontrei-o junto ao seu grupo de amigos em nova York, num mítico café, o 'central perk'. Eles nem me viram mas eu acompanhei-os horas e horas. As vezes levava pessoas comigo para também os poderem ver e todas ficavam hipnotizadas com aquele grupo tão especial e tão engracado.

 Eu queria muito ser como o Chandler, eu queria ser o Chandler, queria ter sempre resposta na ponta da língua, por todos a rir em qualquer circunstância, ter amigos como o Joey, a Phoebe, o Ross, a Rachel e ... claro... namorar com a Monica.

 Conheci-os a todos numa altura muito boa da minha vida, e ri-me muito com eles todos, mas mais, com o Mathew Perry, o Chandler.

 Estranha esta coisa de sermos humanos, de sentirmos tão pouco por quem muitas vezes está perto e de sentirmos tanto por quem nem conhecemos. Fiquei muito triste com a morte deste actor. Alguém que teve uma vida de aparente facilidade e que por culpa própria (dirão muitos) deitou tudo a perder com vícios e outras más decisões. Eu não o julgo, ele é meu amigo, mesmo que eu nunca tenha sido dele (que sonho que isso seria), ele era meu amigo e os amigos não fazem isso. 
 Uma parte da minha juventude está de luto e sem esquecer todas as tragédias que diariamente assolam o nosso pequeno planeta reconheço que esta me custou mais. Já sei, é egoista, parvo e sem sentido, estar triste pela morte de um actor multimilionário viciado em drogas quando morrem crianças todos os dias.  Ainda assim, ninguém consegue escolher o que sente e eu pelo menos, não consigo esquecer-me de todas as gargalhadas.

 Obrigado Matthew, Chandler, tenho mesmo muita pena.
 

4 comentários

Comentar post