Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

15.07.20

Impulso Digital Pandémico


ó menina

A pandemia do Covid-19 funcionou como um acelerador digital que nos faz sentir próximos apesar do distanciamento físico e tem benefícios económicos e até ecológicos mas aumenta as assimetrias no acesso à saúde e assistencia social.

O programa 'Linha da Frente' que a RTP exibiu esta semana debruçou-se sobre como sobrevivem os mais velhos às pensões de miséria portuguesas. Percebemos que, apesar de existirem alguns programas e ajudas disponíveis para tentar diminuir as dificuldades sentidas pelos que vivem com rendimentos inferiores ao valor estabelecido como limiar de pobreza e que são muitas vezes também cuidadores ou portadores de deficiência, por desconhecimento ou falta de coragem para ultrapassar os desafios burocráticos que exigem apoios como o Complemento Solidário para Idosos, Financiamento de Produtos de Apoio pela Segurança Social, Subsídio de Assistência por 3a Pessoa... não estão a ser solicitados por todos os que a eles têm direito.
Por outro lado, soube-se ainda esta semana que o Estatuto do Cuidador Informal, uma das bandeiras do Bloco de Esquerda (BE) , teve apenas 191 pedidos a nível nacional apesar de existirem cerca de 800 mil cuidadores informais, em Portugal, dos quais 250 mil são cuidadores a tempo inteiro. O BE propõe que seja criado um programa que divulgue o Estatuto do Cuidador Informal e os benefícios associados. Eu, sugiro que o programa seja mais alargado abrangendo outros apoios e que para além da divulgação crie equipas de proximidade que possam ajudar os mais vulneráveis, pobres e infoexcluidos, a chegar aos apoios a que têm direito. É que se já se sentiam intimidados pelos processos imaginem como se sentem, agora, quando lhes dizem 'tem que marcar online' e eles não sabem o que isso significa. 

 

newspapper_report_e993830ad013811e-945x462.jpg

Ó Menina

2 comentários

  • Imagem de perfil

    ó menina 15.07.2020

    Sim, há alguns gabinetes em algumas autarquias onde os que necessitam, nuutas vezes, não  chegam ora por falta de transporte, ora por falta de recursos ou ainda porque os tratam como pedintes a quem estão a fazer um favor e não a entregar o que lhes pertence.
    Boa semana.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.