Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

18.04.24

Lobby, lobismo ou lóbi


UmAnónimo

Imagem furtada de fee.org

 

Chamem-lhe o que quiserem. Lobismo (ou Lóbi, ou lobby) é a pressão, exercida geralmente por um grupo organizado, para atingir determinados objectivos ou para defender determinados interesses (retirado do Priberam). É, segundo Said Farhat  "toda atividade organizada, exercida dentro da lei e da ética, por um grupo de interesses definidos e legítimos, com o objetivo de ser ouvido pelo poder público para informá-lo e dele obter determinadas medidas, decisões, atitudes". Refiro propositadamente esta segunda definição, porque contém a expressão dentro da lei e da ética.

E é aqui que eu quero chegar. Para estar dentro da lei, tem que existir uma lei. Não percebo este medo, esta ideia que é uma atividade suja.

O lóbi não é um bicho papão. É legal e aceite em vários países do mundo, incluindo Estados Unidos e na União Europeia (que não é um país, eu sei...). Nesta última, reconhece-se que esta é uma parte legítima e necessária do processo de tomada de decisão para garantir que as políticas da UE refletem as necessidades reais das pessoas, e há um esforço de transparência nesta área, como se pode consultar no seguinte link.

O lóbi não é uma autoestrada para a corrupção. Pelo contrário. Trata-se de legislar e regulamentar o que é aceite ou não nesta atividade. E acima de tudo, de transparência. Fornece os instrumentos para registar cada grupo de lobi, os seus objetivos e as suas interações. Querem um exemplo de lóbi? Os sindicatos. É a centralização num grupo organizado da representação dos interesses de todo um grupo, de forma a influenciar a legislação. Mas estes são aceites por toda a sociedade. Porque não o resto dos grupos de lobi?

Chega de ter medo desta atividade. E acima de tudo, clarifique-se o que é ou não permitido. Oferecer uma refeição é crime? Uma caixa de robalos? Uma garrada de whisky? E duas? E cortar uma rua?

Está na altura de aceitar que o Lobi existe. Existe e é praticado. E como tal, deve ser regulamentado.