Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

27.07.20

Nem Tudo o Que Reluz... É Racismo!


Filipe Vaz Correia

 

 

 

66D8813E-8ED3-4BB9-A3D7-3CFCEAD9F686.jpeg

 

 

Durante este fim de semana, fomos surpreendidos com a noticia de um homicídio em Moscavide, um cruel assassinato envolvendo um actor de televisão, um jovem de 39 anos.

Este trágico acontecimento abriu telejornais, caiu no mediatismo televisivo e das redes sociais.

E muito bem...

Graças a Deus, ainda não somos uma espécie de Brasil onde este tipo de noticias são o quotidiano costumeiro dos cidadãos.

Em directo, ouvi o depoimento das pessoas que se encontravam no Café, as explicações da Policia e de alguns transeuntes que por ali passavam...

Infelizmente estamos perante um acto tresloucado, mesmo que premeditado, de um psicopata incapaz de controlar os seus violentos impulsos e que encontrou naquele jovem o destinatário para tão horrível epilogo.

Um cão...

Parece que na base disto se encontrava um conflito com um cão, o motivo cimeiro para se tirar a vida a outro Ser Humano.

Tristes tempos.

No entanto, no rescaldo deste assassinato, logo apareceram os radicais do costume, pois eles se encontram em vários pontos, nos extremos que tocam o espectro social e político...

O SOS Racismo, apressou-se a tomar esta causa como sua, numa apressada estupidez que acelera o conflito, busca antagonistas, tenta incendiar os ânimos.

O que compete a todos nós, aqueles que sentem o pulsar deste nosso País, é saber destrinçar entre a causa e o acessório...

Tentar comparar o que aconteceu com George Floyd e o que aconteceu naquela maldita hora em Moscavide é, simplesmente, puro populismo.

"As Circunstâncias Importam"

Não se pode comparar a História e o seu contexto, entre Minneapolis e Moscavide, se bem que ambas as palavras comecem por M, mas todo um mundo de civilidade as separa, de vivência, de uma cultura diferente.

Não perceber isto, é viver dentro de uma redoma incendiária que vai ganhando força nos dias de hoje.

Claro que existirão racistas em Moscavide, estou certo que devem existir, de várias raças e credos, no entanto, estou convicto que neste caso o assassino não matou aquele jovem por ele ser preto, mas sim pelo desaguisado vivido entre eles...

O assassinato não teve como motivação a cor da pele mas sim a discussão.

Poderia ser um preto, um branco, um castanho, um amarelo ou um vermelho...

Para um psicopata como aquele velho de 80 anos, seria indiferente a cor da pele daquela pessoa, para que tudo terminasse da mesma forma. 

É esta a minha convicção.

Mas como vivemos num tempo de radicalismos, tudo é permitido em busca do soundbyte, numa desenfreada batalha pelo absurdo, sendo que essa absurdidade lhes poderá dar votos numas futuras eleições...

Nos raivosos extremos, tanto à esquerda como à direita.

Por isso importa ter atenção ao que publicitamos, com quem lutamos, quem apoiamos...

Como diz o ditado:

"Nem tudo o que reluz é ouro!"

Sendo assim...

Convém recordar:

"Nem tudo o que reluz... é racismo!"

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.