Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

21.10.21

O Homem da Amália


The Travellight World

fullsizeoutput_5ff4Foto: Travellight 

 

Há um prazer físico no palco, que não sinto num estúdio de televisão ou a fazer um filme — Virgílio Castelo

 

As luzes diminuem, as colunas tocam “To dream the impossible dream” e as cortinas abrem. Sinto-me feliz por estar ali de novo, num teatro cheio, a ver Virgílio Castelo.

Está sozinho (a peça é um monólogo), mas enche o palco. Brilha. Representa, dança, hipnotiza-nos com um texto, que ele próprio escreveu durante o segundo confinamento, e leva-nos numa viagem de pouco mais de 1 hora pela vida e pelas memórias de Amália Rodrigues.

Ele é José, um José anónimo, uma mistura entre D. Quixote e stalker que toda a vida “perseguiu” Amália e a amou perdidamente sem que a Diva alguma vez desse por isso, mas é também  Ricardo Espírito Santo, Alain Oulman, o escritor Manuel da Fonseca e outros… a certa altura, transforma-se até na própria Amália. São 12 personagens no total.

No decorrer da peça, vemos a fadista  através dos olhos de um homem que por ela viveu, e por ela morreu e ficamos a conhecer a Amália que trabalhou nas casas de fado, nos teatros, no cinema, a Amália da família, do êxito internacional e das críticas pós 25 de Abril. Ouvimos as suas músicas, vemos imagens e recordamos coisas que todos já sabíamos e coisas de que poucos tínhamos conhecimento (como o menosprezo da sua mãe pela sua carreira).

O texto é sem dúvida interessante e o cenário muito bem conseguido, mas o que me conquistou e comoveu foi a extraordinária interpretação do Virgílio Castelo que em palco mostra (mais uma vez) toda a sua capacidade e versatilidade como ator.

O Homem da Amália está em cena no Teatro Armando Cortez até 28 de Outubro, mas depois segue para o Cineteatro Anadia (dia 30 de Outubro) e para o Coliseu do Porto (dia 6 de Novembro).

A não perder para quem gosta de bom teatro!

 

2 comentários

  • Muito obrigada, meu querido Filipe.
    Beijinho e bom fim de semana!
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.