Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

08.04.24

O (Meu) Dérbi Dos Dérbis


Filipe Vaz Correia



 

IMG_0596.jpeg

 

 

Neste Sábado jogou-se o dérbi dos dérbis, o Sporting Vs Benfica, num ambiente frenético no Estádio José de Alvalade.

E que jogo...

O dérbi dos sonhos, foi o dérbi dos meus sonhos, numa noite encantada que levou os Sportinguistas à loucura.

Um golo a abrir o jogo e outro no descerrar do pano, por entre, uma arbitragem sinistra, absurda e carregada de questões incompreensíveis.

Como não se expulsa Di Maria, um jogador que esmurra outro na cara, acertando-lhe no nariz e nem arbitro, pasme-se, nem o VAR foram capazes de sancionar o jogador do Benfica.

Independentemente desta situação que não se explica, este jogo foi talvez um dos melhores de sempre, pela forma agressiva e disputada, com laivos de excelência táctica, com toques sublimes de classe técnica.

O meu Sporting é uma equipa unida, amarrada na sua capacidade de superação, crendo em absoluto no seu rumo em direcção ao titulo.

Ainda faltam jogos e nada está garantido, porém, parece evidente que o Sporting está mais perto do sonho, deste desejo em ser campeão.

Neste destino traçado nas entrelinhas do Olimpo do futebol, não podemos esquecer Rúben Amorim, o mestre e maestro do SCP, aquele que é o maior responsável por estes anos de excelência competitiva do clube...

Rúben mudou o Sporting, reacendeu a chama, deu voz e alma ao Leão, sarando-lhe as feridas, deixando que o seu rugido voltasse a surgir pelos quatro cantos dos relvados Nacionais e Internacionais.

Resta a todos os Sportinguistas apreciar e aproveitar cada momento com Rúben ao leme, sem pensar o que o futuro lhe poderá trazer, sabendo que o que lhe poderemos expressar para sempre é esta gratidão que nunca será demais referir.

Obrigado Rúben Amorim, por tudo e por tanto, para sempre nalgumas das mais belas paginas da nossa historia.

 

 

Filipe Vaz Correia