Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

13.01.22

Servir com o Coração


The Travellight World

fullsizeoutput_62a2Foto: Travellight | Montra do Café Joyex, Lisboa

Um destes dias, ao passar na Calçada da Estrela, bem em frente à Assembleia da República, deparei-me com o Café Joyex. Já tinha ouvido falar no projeto e, apesar de estar com pouco tempo, não resisti a entrar.

Ambiente agradável, comida boa e excelente serviço. Não podia ter ficado mais feliz!

Para quem nunca ouviu falar neste café, partilho que este é um estabelecimento solidário que tem o objetivo de empregar pessoas com dificuldades intelectuais e de desenvolvimento, como a trissomia 21 ou perturbações do espectro do autismo.

O projeto teve origem em França, onde já existem quatro cafés, e abriu há pouco tempo em Portugal pelas mãos da associação Vilacomvida que pretende “envolver a sociedade com a diferença intelectual, de forma a criar oportunidades para que as pessoas possam estranhá-la menos e incluí-la mais”, porque “só temos medo daquilo que não conhecemos”.

Neste momento empregam 9 pessoas, mas tem a ambição de empregar cerca de uma centena de pessoas com estes desafios até 2026. A ideia é abrir outros cafés-restaurantes e fazer contratação para eventos.

Cada colaborador Joyeux, com ou sem experiência ou formação profissional, é contratado a tempo indeterminado e beneficia de um curso de formação (certificado) – a Escola Joyeux – que prepara o seu caminho de autonomia ao longo de cerca de dois anos, consoante o ritmo de aprendizagem de cada formando e colaborador.

Num mundo perfeito não haveria necessidade de um espaço destes. Todos teríamos oportunidades iguais de trabalho. infelizmente sabemos que ainda não é assim, por isso é tão bom encontrar lugares como este que possibilitem a quem tem maior dificuldade de integração, ganhar confiança e independência.

Eu gostei muito do Café Joyex e com toda a certeza vou lá voltar mais vezes. Se tiverem oportunidade, não deixem de ir conhecer também!

8 comentários

Comentar post