Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

02.01.23

O (Des)governo de António Costa…


Filipe Vaz Correia

      Um desgoverno surpreendente poderia ser o título de uma qualquer parangona sobre este governo e o Partido Socialista. 2023 chega e traz consigo a polémica e a contestação aos olhos dos Portugueses, após a estrondosa vitória eleitoral que garantiu ao PS uma maioria absoluta. Seria possível imaginar que ao longo destes 7 anos de António Costa um cenário de turbulência política pudesse existir, tanto no período de apoio da Geringonça como durante o tempo de governo (...)
05.09.22

Obrigado, Senhora Ministra!


Filipe Vaz Correia

        A Ministra Marta Temido demitiu-se esta semana deixando assim o lugar que ocupou durante alguns anos de extraordinário sentido de missão. Não posso deixar de aqui escrever sobre este tema pois tenho pela Senhora Ministra o maior dos apreços sendo que lhe guardo os anos que passou enfrentando uma pandemia com o País nas costas, um milhão de comentadores palpitando e um trilião de conhecedores populares, sempre com uma discrição e elegância assinaláveis. Não (...)
31.01.22

António Costa: O Marajá Português


Filipe Vaz Correia

    Portugal votou numas eleições surpreendentes dando ao PS a maioria absoluta... Perdão, as pessoas deram a maioria absoluta, na minha opinião, a António Costa, ao seu papel como Primeiro Ministro e a uma estabilidade Governativa. Olhando para estes resultados assistimos a pormenores tristes e interessantes, carregados de novos desafios ao quadro político nacional. O PS e o seu histórico de maiorias absolutas deixam aqueles que têm memória de sobreaviso, temendo que o (...)
14.09.20

Costa E Vieira: “Os Bastidores Do Poder”


Filipe Vaz Correia

            É preciso não ter vergonha nenhuma... Começo assim o meu texto semanal, nesta sardinhaSemlata, num misto de desabafo e constatação por entre a polémica que envolveu António Costa e o seu apoio a Luís Filipe Vieira. No meio do rebuliço provocado por esta noticia importa salientar a hipocrisia com que António Costa tentou desvalorizar o assunto... Uma vã tentativa do Primeiro-Ministro pois devido à gravidade do gesto, este irá ainda marcar a agenda política (...)