Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

10.06.22

Dia de Portugal


JB

  Hoje que começa o fim de semana grande, vamos a umas quadras de Santo António dedicadas a Portugal.   O manjerico de Portugal  É para mim o mais perfeito, Tem o perfume de um quintal E uma quadra sempre ao peito,   A Pátria e os Santos populares Seja a um pobre ou a um rico Entram sempre em seus lares, Disfarçados de manjerico   Ó meu rico Santo António  Olha por todos por igual, Mas podias dar ao Putin Um olhado especial   Bons arraiais e boas patuscadas Na praia , no (...)
30.05.22

O “Meu” PSD Morreu…


Filipe Vaz Correia

          Neste fim de semana os militantes do PSD fizeram a sua escolha para Presidente do Partido e escolheram... Luís Montenegro. Aliás escolheram o novo Presidente do partido com perto dos 70% dos votos, numa escolha clara e para lá de qualquer dúvida sobre o caminho que desejam percorrer. E é aqui que me despeço deste Partido, respeitosamente opto por seguir outro rumo como eleitor e cidadão. Ao longo da minha vida já me desiludi com o PSD, com momentos em que acreditei (...)
24.05.22

PSD: A Derradeira Oportunidade?


Filipe Vaz Correia

        O PSD define neste fim de semana a sua liderança e consequentemente o seu futuro. De um lado Luís Montenegro e de outro lado Moreira da Silva. Desde o primeiro instante da minha vida que sempre votei no PSD, sempre senti ali a minha casa, salvo uma ou outra vez que assim foi... Com o tempo fui me afastando do partido desiludido por uma certo apelo populista que foi amiúde tomando conta das hostes sócias-democratas. Escrevo este texto para expressar a minha esperança que (...)
16.05.22

SCP: Os “Pequenos”, Grandes, Passos De Um Leão…


Filipe Vaz Correia

        Acabou a época... Durante anos o "meu" Sporting viveu em turbilhão e por essa mesma razão não hesitei em rumar a Alvalade para felicitar este ano leonino. Não tenho palavras para expressar o que assisti em Alvalade, as sensações, as despedidas, o querer maior... A tristeza de não ser campeão ali estava presente mas a querença maior do nosso amor Sportinguista esteve sempre presente nos aplausos a Sarabia, no Adeus a Feddal, nas lágrimas de Daniel Bragança. Venha a (...)
18.04.22

Adeus Eunice


Filipe Vaz Correia

          A morte, essa terna e ao mesmo tempo implacável linha do tempo que nos arrasta para um precipício temporal que finda... Que acaba. Morreu Eunice Muñoz, a eterna actriz, um pedaço de todos nós, uma pequena parte desse Ser que ousou viver por tantos em tantos palcos de uma só vida. A Srª Dª Eunice, figura cimeira do teatro Lusitano, marcou mais do que um tempo, cravando com o seu talento tamanhos e estreitos caminhos de tantas almas. Na hora do adeus torna-se habitual (...)