Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

08.01.21

Golpe de Estudo


JB

    *   O dia 6 de janeiro passou a ser uma data infame para os Estados Unidos da América. Trump de alguma maneira conseguiu o que os democratas e as pessoas de bom senso em geral nunca conseguiram: Tornar impossível a qualquer pessoa que tenha um pingo de vergonha na cara ou que não seja obviamente estúpida defender o ainda presidente.    Se por um lado o que aconteceu nesse dia foi absolutamente impensável, também se pode dizer que foi completamente previsível. Agora todos (...)
07.01.21

Uma flauta gravada em formato mp3


Triptofano!

Assustador. Creio que não haverá melhor termo para definir o que está a acontecer de momento no panorama político internacional e nacional. A política é um exercício onde os seus actores deveriam ter como principal foco o bem-estar da comunidade, não os interesses de certos grupos e muito menos os seus super-egos de proporções bíblicas. Trump incentivou a revolta popular. A desordem. O motim. O grito pela pseudo liberdade democrática que quer ser ouvida em jeito de tirania. Acr (...)
10.11.20

Admirável Mundo Novo: Os Media e os Discursos, o Castelhano expulso de Espanha e temas sem interesse...


Robinson Kanes

August Rodin - Monument au Bourgeois de Calais (Pormenor) - Musée Rodin Imagem: Robinson Kanes     A loucura é rara nos indivíduos - mas é a regra nos grupos, nos partidos, nos povos, nas épocas. Friederich Nietzche, in "Para Além do Bem e do Mal".     Enquanto andamos entretidos com um hipotético radicalismo de Trump, sendo que 95% das pessoas nem conhecem a realidade americana, enterramos a cabeça na areia quando o tema é a Europa. Depois dos conhecimentos (...)
09.11.20

A Mais “Importante” De Todas As Vitórias!


Filipe Vaz Correia

          Venceu a decência, a ciência, a liberdade, enfim, a verdade. Estas palavras não são minhas, são de Kamala Harris, no discurso de vitória, após dias e dias de espera. De facto não é possível ignorar a lufada de ar fresco que se sentiu, a crença que tomou conta, a esperança renovada em gente de bem. Por todas estas razões pensei escrever sobre as eleições Americanas, sobre o que isso representava para os Estados Unidos e para o mundo, no entanto, assuntos mais (...)