Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

27.05.24

Toni Kroos: O Príncipe De Madrid


Filipe Vaz Correia




 

 

 

 

 

 

Toni Kroos anunciou que deixará de ser jogador no final desta época, após o Europeu, terminando aos 34 anos uma carreira repleta de títulos e memórias.

Kroos foi tudo, vencedor de um mundial pela Alemanha, seis Ligas do Campeões, inúmeros títulos de campeão na Alemanha e em Espanha, para além de ser um dos mais memoráveis médio centro de sempre.

A sua retirada deixa uma marca e um vazio que só reflecte a dimensão do seu jogo, a qualidade do seu futebol, único no passe, estratosférico na recepção, na finta curta, no remate de meia distância.

Nenhum médio foi melhor do que Kroos, alguns, poucos, foram tão bons...

Mas melhores?

Não creio.

Kroos tem ainda um outro pormenor extraordinário, a sua personalidade e o seu carácter, reservado e pouco expansivo fora dos relvados, nunca deixou de ressaltar os seus princípios e os seus valores, como aquando do mundial do Qatar, deixando bem clara a sua opinião sobre os direitos humanos por aquele lugar.

Criticou ainda os jogadores que rumaram para aquelas paragens e que aceitaram compactuar com um regime ditatorial e autocrático, assente em fundamentalismos radicais, a troco de milhões.

Kroos poderia estar calado e certamente agora estar a assinar um chorudo contrato de dezenas ou centenas de milhões de Euros, porém, preferiu aquela coisa chamada de "espinha dorsal" tão pouco em voga nos dias de hoje.

Retira-se no Real Madrid, Campeão de Espanha, possivelmente com uma boa probabilidade de vencer a Liga dos Campeões e ainda lutar pelo Campeonato da Europa.

Que carreira!

Único e inesquecível.

Danke Toni Kroos.

 

 

Filipe Vaz Correia