Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

19.10.20

Até Quando?


Filipe Vaz Correia

            Olho da janela de minha casa, depois de um almoço em família, para as copas de árvores que circundam a zona onde vivo... Nessa reflexão existe uma desesperançada esperança maior do que minha alma, centrada nesta mistura de incredulidade que vivemos. Uma incrédula viagem repleta de desconhecido, como esta frase faz mais sentido do que nunca, onde se perdem afectos, descobrimentos, humanos toques escondidos nesse medo pandémico. Com o ressurgir de novos (...)
12.10.20

Dom Quixote...


Filipe Vaz Correia

          D. Quixote, de archote, escondendo o chicote, travado na glote, em cada gota de oceano...   palavra ofendida, escondida e ferida na mágoa sentida de verde vestida em mil noites perdidas...   venham, então, os poetas de palavras incertas descrevendo as desertas vontades despertas de um singelo e intenso amor...   porque amar nestes inusitados tempos é um exercício de ousar por entre valentes tormentos de almas que sonham.     Filipe Vaz Correia        
05.10.20

O Regresso De Uma Sardinha...


Filipe Vaz Correia

      A vida é feita de partidas e chegadas, momentos entrelaçados de despedidas e afagos, nessa caminhada intensa até a essa imensidão de um desconhecido amanhã... Este texto poderia ser sobre imensas coisas, sobre tudos e nadas, sobre poéticas prosas ou prosas intensamente poéticas, no entanto, é somente sobre o caminhar de umas sardinhas em lata, Sem lata, nesse trilho de aprendizagem, nesse desaprendizado sem trilhos. A vida é feita de apertos de mãos (...)
28.09.20

Eleições Americanas... “O Tiro De Partida”


Filipe Vaz Correia

        Aproximam-se as eleições Americanas, sendo que o primeiro debate é esta semana, numa das mais estranhas e fracturantes disputas eleitorais de que há memória. Não tanto pelo número apertado de votos, julgo que será impossível repetir a disputa Al Gore/ George W. Bush, no entanto, estas eleições viverão de um tempo inusitado onde o inimaginável toma forma, onde o impensável se constrói. Joe Biden estará de um lado e de outro estará Donald Trump, só esta (...)
21.09.20

Minha Cara Ana Gomes... "Desabafo De Um Português De Direita"


Filipe Vaz Correia

          Minha cara Ana Gomes... Uso este espaço, sardinhaSemlata, para lhe escrever esta carta, num misto de desabafo e encorajamento. Como já aqui escrevi, vezes sem conta, sou um cidadão de Direita, sendo que essa categoria está um pouco estranha nos dias que correm... Porém o que importa neste texto é expressar o quão importante julgo ser a sua candidatura à Presidência da República, ocupando um espaço vital nestes tempos conturbados em Democracia. Num tempo onde (...)