Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

21.01.21

Dar Sangue no Infarmed


Triptofano!

Hoje a sardinhada é breve mas de extrema importância, tendo em conta os tempos difíceis que vivemos. Sei bem que o medo de sermos contaminados pelo demoníaco Covid é grande e que a ordem é para ficarmos dentro de casa, mas existem momentos em que temos de, com todas as precauções possíveis, ser Super-Heróis. As reservas de sangue em Portugal estão a atingir níveis preocupantes, e não podemos permitir que mais esta variável abale a já extremamente frágil situação de saúde (...)
14.01.21

Quiz: És uma Pessoa de Bem?


Triptofano!

Importante: tendo em conta a possibilidade de termos um futuro Presidente das Pessoas de Bem, urge saber se estamos englobados nesse leque.   Façam o quiz e compreendam se estão safos ou se o novo Messias vos vai mandar para os States ter com o José Castelo Branco (mas pagam vocês a viagem, que o Estado já está desfalcado com tanto RSI)!   Quiz para descobrirem se são pessoas de bem! (...)
07.01.21

Uma flauta gravada em formato mp3


Triptofano!

Assustador. Creio que não haverá melhor termo para definir o que está a acontecer de momento no panorama político internacional e nacional. A política é um exercício onde os seus actores deveriam ter como principal foco o bem-estar da comunidade, não os interesses de certos grupos e muito menos os seus super-egos de proporções bíblicas. Trump incentivou a revolta popular. A desordem. O motim. O grito pela pseudo liberdade democrática que quer ser ouvida em jeito de tirania. Acr (...)
24.12.20

Boas Festas para Todos


Triptofano!

Queridos amigos, este ano foi atípico, desgastante, sufocante, assustador, péssimo para a pele e para a sanidade mental, mas conseguimos ultrapassar tudo e aqui estamos, prontos para celebrar dentro das limitações que nos impuseram e para enfardar meio mundo e o outro, porque há sempre espaço para acumular mais meia dúzia de quilos. Os próximos tempos não vão ser mais fáceis, por muito que custe temos de ser realistas, e perceber que a nossa vida não vai voltar à normalidade (...)