Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

sardinhaSemlata

Um espaço de pensamento livre.

08.04.22

Zelensky no parlamento


JB


 Parece que esta semana, no nosso parlamento renovado, o PAN propôs que Zelensky participasse numa próxima sessão parlamentar por vídeo conferência. Todos os partidos concordaram, menos o PCP. 
 O argumento da nova líder parlamentar do PCP é mais ou menos este: Convidar o Zelensky é o mesmo que apoiar e incentivar a guerra e o PCP é pela paz. Um  comunicado oficial diz o seguinte:  "o PCP condena todo um caminho de ingerência, violência e confrontação; golpe de estado de 2014 promovido pelos EUA na Ucrânia que instaurou um poder xenófobo e belicista a recente intervenção da Rússia na Ucrânia e a intensificação da escalada belicista dos EUA, Nato e União Europeia".

 Nesta pequena transcrição conseguem justificar este ataque Russo, sem lhe chamar invasão e misturar uma série de coisas no mesmo saco. 
 É absolutamente inacreditável esta posição do PCP, será que todos os seus militantes pensam realmente assim? Ou até a própria líder parlamentar, será que acredita mesmo nisto?

 Das duas uma, ou não acreditam e são uns pulhas da pior espécie, ou estão cegos pela ideologia. 

 Não ataco a lógica do argumento atenção: Se ninguém ajudasse a Ucrânia, se ninguém desse voz nem armas ao Zelensky a guerra já teria acabado. Teríamos paz sim, por cima dos cadáveres duma Ucrânia ocupada. Este tipo de paz que o PCP fala é muito conveniente para os países que ocupam, teria sido para a Alemanha assim como seria para a Rússia. 
 
Alguém pensa que este tipo de 'paz' é desejável? Não parece mais um silêncio cobarde?

É demasiado simples como dizia o MEC: "Complique-se o que se quiser complicar, a questão da Ucrânia é muito simples e exige de nós uma resposta igualmente simples: estar totalmente do lado da Ucrânia e totalmente contra a Rússia."

Um país é ocupado, o outro é o invasor. Milhares de mortos que estariam vivos caso esta decisão nunca tivesse sido tomada, como não estar contra isto?

Infelizmente acho que só uma minoria das pessoas que defendem isto está cega pela ideologia. Os outros usam qualquer argumento que encontram para justificar o injustificável, os 'pulhas do pior' como os apelidei em cima. São os que aplaudem o Will Smith  quando ele responde a uma piada com uma agressão, os que achavam que o Trump deveria ser presidente mesmo tendo perdido as eleições e que se virem 5 pessoas a bater numa vão provavelmente ajudar as 5 pessoas porque assim o desacato termina mais depressa. Há sempre quem goste dos bullies...
Quanto a mim o PCP é apenas mais um partido que já não tem lugar num parlamento civilizado. Não é o único que lá está aos meus olhos, mas neste momento é o mais vergonhoso.

A ironia disto tudo é que o João Oliveira até deve ter ficado contente de não ter sido eleito, bem sei que provavelmente diria o mesmo (no PCP não há historial de grande liberdade) mas felizmente para ele não disse. Quem o disse foi esta nova líder parlamentar do PCP que por muito competente que seja nunca irá apagar o facto desta ter sido a sua primeira e inesquecível intervenção. 

Felizmente e mais uma vez, a esmagodora maioria dos portugueses revelou-se razoável e sensível; Zelensky está a caminho (digitalmente;). 

Bem vindo presidente, 

 

 

JB

 

 

67 comentários

Comentar post

Pág. 3/3